SOBRE REIKI

O Reiki é uma prática espiritual esotérica, baseada na canalização da energia universal (REI), através da imposição de mãos. O Japonês Mikao Usui a propôs como prática em 1922. Ela tem por objetivo restabelecer o equilíbrio energético vital e restaurar o estado de equilíbrio natural das energias (espiritual, emocional e física), auxiliando, dessa forma, na promoção da saúde.

Essa prática vem sendo divulgada ao longo dos anos. Diferentes correntes orientam essa prática. A concepção de que somos corpos energéticos e que as doenças são criadas antes nos corpos sutis, nos aponta um caminho que percorre modelos diferentes dos da ciência atual. Entretanto, os resultados da aplicação dessa prática têm demonstrado efeitos de curas e bem estar às pessoas.

O Reiki é considerado como terapia alternativa e complementar aos tratamentos convencionais. O uso do Reiki não tem contra indicação e pode ser aplicado a qualquer pessoa. Embora não seja comprovado aos olhos da atual ciência, de forma sistemática, a cura, trata-se de uma prática que apresenta profunda consideração à pessoa humana. Essa condição, por si só, confere o devido respeito e aceitação pelo seu uso.

Profissionais:

Marilaine Correa Silva (Currículo)

Técnica de enfermagem na rede pública de saúde (Hospital de Clínicas Porto Alegre – RS).

Curso de Naturopatia, em conclusão, pela ESCAM – Porto Alegre –RS.

Terapeuta Reikiana pelo Instituto Ardas de Rio Grande – RS. 2001 Iniciada pela Mestra  Neida M. Sassone de Oliveira.

Ministra atividades de Reiki em projetos junto a instituições hospitalares (Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre) Hospital da Criança (Santo Antônio – Porto Alegre – RS) e Hospital de Clínicas Porto Alegre – RS. Desenvolve Projeto de Reiki no Centro Bioflorescer de Porto Alegre – RS.

Contato : Fones (51) 3435 3634 / 9312 3249

E-mail:  eusoumari@pop.com.br

Os atendimentos de Reiki no projeto em desenvolvimento no Espaço Bioflorescer em Porto Alegre – RS, não tem custo operacional.  Entretanto, são aceitos donativos de alimentos não perecíveis e  agasalhos que são entregues à Comunidade Indígena Guarani, localizada  em Caraá, próxima a Santo Antônio da Patrulha interior do RS. São assistidos aproximadamente 70  pessoas  sendo 30 delas crianças.